R$ 160 milhões para ajudar asilos no combate à Covid-19

Atualizado: 12 de Dez de 2020


O Poder Executivo liberou nesta semana R$ 160 milhões para abrigos de idosos aplicarem no enfrentamento à pandemia de coronavírus. Previsto na Lei 14.018, de 2020, o repasse beneficia 2.118 instituições de longa permanência responsáveis pelo acolhimento de 68.896 pessoas. Cada abrigo recebeu o equivalente a R$ 2.322,34 por idoso atendido.


De acordo com a lei, os R$ 160 milhões devem ser usados preferencialmente para ações de prevenção e controle da infecção dentro dos abrigos; compra de insumos e equipamentos básicos para segurança e higiene de residentes e funcionários; aquisição de medicamentos; e adequação dos espaços para isolamento dos casos suspeitos e leves.

A deputada federal Liziane Bayer destaca: "As instituições que prestam atendimento a idosos devem ser priorizadas, no sentido de terem à disposição todos os recursos e subsídios necessários para a continuidade dos serviços. É essencial zelar pela manutenção da saúde das pessoas idosas, além de impedir a disseminação do Coronavírus”.

As instituições de longa permanência para idosos (Ilps) são como residências coletivas, que atendem idosos carentes e/ou abandonados. Eles recebem cuidados como fisioterapia, remédios, alimentação e vestuário. Parte das instituições é mantida com doações e mensalidades, que se somam ao orçamento dos serviços de saúde e de assistência social.


A relação dos abrigos beneficiados você confere AQUI!


004-whatsapp.png

CLIQUE NO ÍCONE

PARA RECEBER NOSSAS NOVIDADES PELO WHATSAPP

© 2019 por comunicação Gabinete Liziane Bayer