Projeto Qualifica Mulher contou com a participação de cerca de 1800 gaúchas


Nesta quinta-feira (11), foi realizado o 1º curso do Projeto Qualifica Mulher no Rio Grande do Sul, sendo uma parceria do mandato da deputada federal Liziane Bayer com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.


Aproximadamente, 1800 mulheres participaram do curso que teve como temática a educação financeira para mulheres, visando o protagonismo no mercado de trabalho e a superação de vulnerabilidades sociais. Uma pesquisa da Federação Brasileira de Bancos conversou com milhares de mulheres e 56% delas administravam o dinheiro em casa. "Saber gerir bem esses recursos nos dá mais liberdade, mais tranquilidade, nos permite sonhar mais com o futuro", enfatizou Liziane.


As mulheres foram mais prejudicadas do que os homens na pandemia. 40% delas trabalham nos quatro setores mais atingidos: hotelaria, alimentação, comércio e setor manufatureiro. A parlamentar destacou que a iniciativa vai ajudar a proporcionar condições de trabalho mais dignas, gerando oportunidades de projeção econômica e social para todas as mulheres presentes.


A ação também foi realizada em mais de 100 municípios gaúchos. Todos se engajaram fortemente. Muitos locais disponibilizaram espaços de transmissão para quem não tinha acesso à internet em casa ou no celular. "Este é o primeiro curso ofertado, mas nosso objetivo é que essa seja a abertura de uma porta para muitas outras qualificações", frisou Liziane, que é secretária de políticas para as Mulheres da Frente Parlamentar em Defesa da Vida e da Família na Câmara dos Deputados, que seguirá trabalhando por outras ações nesse sentido.


No Rio Grande do Sul o curso foi ofertado com o apoio da deputada estadual Franciane Bayer, da Defensoria Pública do RS, da Procuradoria Especial da Mulher da Assembleia Legislativa do RS e da Aliança Empreendedora.