ESCOLAS CÍVICO-MILITARES


O projeto federal de transformação de escolas em colégios cívico-militares, como tem sido apresentado, tem meu total apoio. Entendo que as comunidades em que essas instituições forem instaladas só têm a ganhar.


Ganha-se em segurança, com a presença de agentes em áreas tão sensíveis e tão visadas por traficantes e outros criminosos. Ganha-se com segurança para professores e funcionários que têm de lidar com indisciplina e violência. E, o mais importante, ganha-se em qualidade de ensino: os colégios militares estão sempre no topo dos rankings de avaliação escolar.


Cabe registrar que toda a estrutura, os treinamentos e os princípios cívico-militares serão instalados em instituições de ensino já existentes. Ou seja, trata-se de uma medida eficiente, barata e de resultados imediatos. No Rio Grande do Sul, em um primeiro momento, terão colégios cívico-militares instalados os municípios de Alvorada, Caxias e Uruguaiana, além do meu querido Alegrete.


No Alegrete, tive a felicidade de estudar no Instituto Osvaldo Aranha e sei que há lá uma boa base. Mas cabe a cada comunidade decidir o destino de sua escola cívico-militar. Da minha parte, estou sempre à disposição dos gaúchos para intervir no que for possível. E seguirei lutando junto ao MEC para melhorar a educação no nosso Rio Grande!



Dep. federal Liziane Bayer

004-whatsapp.png

CLIQUE NO ÍCONE

PARA RECEBER NOSSAS NOVIDADES PELO WHATSAPP

© 2019 por comunicação Gabinete Liziane Bayer