Deputada federal Liziane Bayer define saída do PSB



A deputada federal Liziane Bayer anunciou, nesta quinta-feira (17), a sua saída do PSB. Entre os motivos, está a aproximação que vem sendo construída entre o partido e a candidatura de Lula (PT) a presidente da República. “Saio do PSB em respeito à vontade dos meus eleitores e à minha própria identidade política, mas preservando um esteio de muitos amigos, boas relações e excelentes resultados”, afirmou. A irmã, deputada estadual Franciane Bayer, também confirmou sua saída do partido.

Alinhada com pautas evangélicas, como a defesa da vida e da família, a deputada ainda não definiu seu futuro político-partidário, mas disse estar disposta ao diálogo e a seguir trabalhando pelo desenvolvimento do Rio Grande do Sul e do Brasil.


“Vou construir o próximo passo com serenidade e respeito aos nossos valores. E isso vale tanto para definir o partido como o meu próprio papel na eleição de 2022. Mais do que agradar a todos, o que não quero é perder os compromissos e os princípios. Não estou nesta caminhada por mim, mas por nós e pelo que acreditamos”, destacou a parlamentar que atuou por nove anos no partido.

Liziane disse que, assim como fez com seu mandato na Assembleia, também quer “passar o bastão” na Câmara dos Deputados. Além de ajudar a construir a candidatura da irmã, Franciane Bayer, a deputada federal, ela deverá lançar a cunhada, Eliana Bayer, para a Assembleia Legislativa.

A parlamentar não descarta participar de uma chapa majoritária, mas vê essa possibilidade com cautela. “De agora em diante, estarei aberta a novas possibilidades. Vou ajudar independente de onde estiver”, afirma.

De agora em diante, Liziane deverá avaliar o que é politicamente viável.

“Sou a mesma Liziane de sempre, errando e acertando, mas com os compromissos e os valores que nos fazem irmãos. E com o meu jeito de ser, procurando evoluir sempre”, ressalta.