Congresso recebe iluminação lilás em apoio à campanha pelo fim da violência contra mulheres

No dia 7 de agosto, a Lei Maria da Penha completou 15 anos

O Congresso Nacional recebe iluminação lilás a partir desta quarta-feira (11) como parte dos eventos comemorativos da Campanha Agosto Lilás, que tem como objetivo discutir temas relacionados ao enfrentamento da violência contra as mulheres em suas diversas formas. Na Câmara, a iluminação ocorre entre os dias 11 e 17 de agosto; no Senado, no período de 11 a 20 de agosto.


A deputada federal Liziane Bayer juntamente de sua irmã, deputada estadual Franciane Bayer, mediou uma live alusiva aos 15 anos da Lei Maria da Penha. A live na íntegra você confere AQUI!

Cuido desse assunto há muitos anos, seja como pastora, seja como parlamentar. E percebo que, infelizmente, os maiores aliados da violência doméstica são o silêncio, o medo e a vergonha. Vemos que as políticas de combate à violência evoluíram, estão mais estruturadas, com o objetivo de ajudar as vítimas a se protegerem e se reerguerem, destaca Liziane.

Estatísticas De acordo com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, mais de 105 mil denúncias de violência contra a mulher foram registradas nas plataformas do Ligue 180 e do Disque 100 no ano de 2020.


Do total de registros, 72% (75,7 mil denúncias) são referentes a violência doméstica e familiar contra a mulher. De acordo com a Lei Maria da Penha, esse tipo de violência é caracterizado por ação ou omissão que causem morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico da mulher. Ainda estão na lista danos morais ou patrimoniais a mulheres.


As demais denúncias, 29,9 mil (28%), são referentes a violação de direitos civis e políticos, como condição análoga à escravidão, tráfico de pessoas e cárcere privado. Também estão relacionados à liberdade de religião e crença; e ao acesso a direitos sociais, como saúde, educação, cultura e segurança.




Fonte: Agência Câmara de Notícias